O Pároco no Urologista


O pároco (padre) de uma pequena cidade do interior de Minas resolveu consultar um Urologista (aquele médico que cuida da próstata, ou prosta, como querem alguns). Ele havia notado um incomodo em sua bolsa escrotal (é o lugar onde ficam os testículos). Depois de um exame minucioso o doutor sentencia:

-Desculpe-me a franqueza, mas Vossa Eminência necessitada urgentemente ter relações sexuais. O senhor sofre de um raro distúrbio que, se não for tratado desta forma pode comprometer gravemente toda sua genitália (o bilau e adjacências).

Assustado, o padre falou que era celibatário, que não podia fazer sexo.

Insensível com a questão religiosa o médico reforçou recomendações.

Tentando contornar o próprio dilema religioso, o pároco estipula quatro condições para fazer sexo:

1-A moça deve se cega, pois ele não queria ser reconhecido;
2-Ela também deve ser surda: se não, ela pode reconhecer a minha voz;
3-Tem que ser muda: assim não vai ter como contar para ninguém sobre a relação;

E, por fim, veio uma exigência que deixou o médico intrigado:

4-A jovem deve ter seios beeem grandes

Tentando entender a exigência de peitões, o médico pergunta:

-Mas Eminência, compreendo que não queira ser reconhecido, querer que ela seja muda, tudo bem, cega também, surda eu entendo. Só não entendi uma coisa. Para que o senhor deseja que ela tenha seios muito grandes?

E o Padre, olhando esquisito para o médico:

-Uái! É porque eu gosto, caramba! Cê num gosta, não? Tá até parecendo gaúcho!


Veja mais Piadas Picantes


0 Palpites são Grátis!:
Piada Recomendada:

Eleja!

Responda você!


Não encontrou o que queria?
Pesquise aqui com o Google!

 
Leia + uma muito boa: