O Bigulin do Minerim na Praia do Rio de Janeiro.


Especialmente escrita em dialeto mineirês.

Mineiros, a bandeira, não a piada.Um mineirim foi no Ridijaneiro, bismado cus praião, pé discarço, sem camisa, aquele carção samba canção, sem cueca pur dibacho.

Os cariocas zombando, contando piada de mineiro.

Ignorando o povu, o mineirim olhou pro marzão e num se güentô: correu a toda velocidade e deu um mergúio, deu cambaióta, pegô jacaré e tudo mais.

Quando saiu, o carção de ticido finim tava transparente e grudadim na pele.

Tudu mundo na praia tava oiano pro tamanho do bingulin que o mineirim tinha.

O bicho ia até pertim do juêi...

Us carioca nunca tinha visto coisa iguar.

As muié cum sorrisão, os homi roxo dinveja, só tinham olhos pro bixo.

O mineirim intão percebeu a situação, ficô todo invergonhado e gritô:

-Qui qui foi, uai?! Seus bobãum... Vão dizê qui quando oceis pula na água fria, o bingulin dôceis num incói tamém?!


Pra cuntinuá "cos" mineiro é aqui.


4 Palpites são Grátis!:
dudu disse...

mto grande e sem graça

Anônimo disse...

MUito boa

cynthia disse...

Gostei! Quem acha sem graça é porque tem bilau pequeno.

Anônimo disse...

Gostei! Quem acha sem graça é porque tem bilau pequeno. [2]

Piada Recomendada:

Eleja!

Responda você!


Não encontrou o que queria?
Pesquise aqui com o Google!

 
Leia + uma muito boa: