Garçom Muito Nervoso.


Era mais ou menos seis e meia da tarde quando o bêbado chegou. O bar estava cheio de gente que havia saído do trabalho e parou para tomar umas antes de ir para casa. Indo direto para o balcão, o manguaceiro recém chegado falou para o garçom, bem alto:

- Serve uma dose pra mim, uma pra você e uma pra cada cara que tá aqui no bar.

A frase caiu com uma bomba, todos os pinguços que lá estava bateram palmas e exaltaram o bêbado. No meio da felicidade geral, o garçom atendeu ao pedido do e serviu uma dose para cada um.

Assim que acabou de tomar a sua, o gentil cliente foi saindo de fininho. Quando já estava quase na rua o garçom chegou nele e perguntou:

- Como é? Tu não vai pagar as bebidas?

- Mas eu não tenho grama. – disse o pau-d’água.

Ao ouvir aquilo garçom endoidou e encheu o pilantra de sopapos e bofetões.

No dia seguinte o mesmo bêbado chega no bar na mesma hora e faz o mesmo pedido pro garçom. Ouvindo aquilo, o garçom pensa que depois da surra do dia anterior o cara devia ter aprendido a lição e não ia ter coragem de fazer a mesma coisa. Então, ele atende o pedido e serve uma dose pra todo mundo.

Passam alguns minutos e o bêbado toma a sua e novamente tenta sair de fininho. Quando o garçom o alcança ele já estava na calçada e a história se repete. Sem dinheiro pra pagar ele toma outra surra.

No terceiro dia, seis e meia, o bêbado entra no bar capengando e todo dolorido das surras. Vai direto até o balcão, onde o mesmo garçom ouve o pedido:

- Boa tarde. Hoje eu quero uma dose pra mim e uma pros companheiros, mas pra você não!

- Ué? Pra mim não? Por que? – pergunta o garçom desconfiado.

- Porque você além de mal agradecido, fica muito violento quando bebe!
.


0 Palpites são Grátis!:
Piada Recomendada:

Eleja!

Responda você!


Não encontrou o que queria?
Pesquise aqui com o Google!

 
Leia + uma muito boa: